# 2 Cores: verde

Julho 27, 2006 at 10:52 am 13 comentários

a-window-in-the-green-world.jpg

Depois do azul,

 o verde é a cor da natureza, das árvores, dos campos e dos bosques. Assim como da Esperança. A energia do verde reflecte participação, adaptabilidade, generosidade e cooperação. É uma cor que facilita o raciocínio correcto e amplia a consciência e compreensão –  é a imagem da segurança e da protecção e cria um ambiente propício para tomar decisões.

O verde é a cor mais harmoniosa e calmante de todas. Simboliza vida nova, energia, fertilidade, crescimento.

Gosto de verdes…

Entry filed under: cores. Tags: .

de fugida de escárnio e maldizer

13 comentários Add your own

  • 1. the postman  |  Julho 27, 2006 às 1:39 pm

    O verde traz, realmente, uma fonte de prazeres aos olhos e à alma. É um poço de frescura que cura e dá novas vidas à vida, quando esta precisa de um sentido ou de um ‘simples’ empurrão.
    **

    Responder
  • 2. viajante  |  Julho 27, 2006 às 10:47 pm

    Verdes são os campos,
    De cor de limão:
    Assim são os olhos
    Do meu coração.

    Campo, que te estendes
    Com verdura bela;
    Ovelhas, que nela
    Vosso pasto tendes,
    De ervas vos mantendes
    Que traz o Verão,
    E eu das lembranças
    Do meu coração.

    Gados que pasceis
    Com contentamento,
    Vosso mantimento
    Não no entendereis;
    Isso que comeis
    Não são ervas, não:
    São graças dos olhos
    Do meu coração.

    Luís de Camões
    🙂

    Responder
  • 3. elda,filipe,marcos  |  Março 15, 2007 às 10:59 am

    este poema e lindo e espantoso
    Verdes são os campos,
    De cor de limão:
    Assim são os olhos
    Do meu coração.

    Campo, que te estendes
    Com verdura bela;
    Ovelhas, que nela
    Vosso pasto tendes,
    De ervas vos mantendes
    Que traz o Verão,
    E eu das lembranças
    Do meu coração.

    Gados que pasceis
    Com contentamento,
    Vosso mantimento
    Não no entendereis;
    Isso que comeis
    Não são ervas, não:
    São graças dos olhos
    Do meu coração.

    Luís de Camões

    Responder
  • 4. ANA AMALIA  |  Agosto 31, 2007 às 12:49 am

    OI SOU ANA AMALIA E EU QUERO UMA POESIA QUE FALA SOBRE A COR VEERDE ATE DIA 2 DE SETENBRO

    Responder
  • 5. Véra Kartsch  |  Outubro 21, 2007 às 11:51 pm

    Adoro verde.
    Achei a definição muito linda. Parabéns!

    Responder
  • 6. Inna  |  Outubro 25, 2008 às 12:50 pm

    O site ta um maximo e a mandara-me fazer um trabalho sobre a cor verde! Podiam meter mais coisas sobre a cor:verde!ate de dia 26 de Outubro!!!

    Responder
  • 7. tata  |  Agosto 27, 2009 às 5:36 pm

    o verde e amor, o verde e paixão, o verde e a cor que amo de coração.

    Responder
  • 8. luana  |  Agosto 27, 2009 às 7:19 pm

    vaotetydgdj

    Responder
  • 9. mnnun  |  Junho 23, 2010 às 12:23 pm

    iyt git bhg87hiyojkhn ui knjouih nuuuihyji jn joi oij mjnu n helloon j ngghjb uh bhy h jhjh u nynyhj ij ijjgyhib y uykg i hjbzxf hgjhgyed ghbuh ivgnjh hj bgyujguyhuhyb bhbnyb gnbhb

    Responder
  • 10. ((( TRETA ))) › Eu e meme, meme e eu.  |  Janeiro 29, 2011 às 2:37 pm

    […] Vitória – ESUma árvore: prefiro arbustosUma flor: camarãoUm animal: panteraUma cor: verdeUma música: “Daddy Cool” – Boney M.Um livro: Código Penal BrasileiroUma comida: […]

    Responder
  • 11. Anónimo  |  Abril 6, 2011 às 2:46 am

    poo0-0oofkvoor0r0-g9ogo[sdisopdpocdflkviokoovodkoodpoxc57f78c6lkjgibzsdpdjdpsmj´pxdpdcldcpd´d´ldvpgcvn\.xkdploxlclfgpç´hphýpéç´lgofier95857437321832099348489pwdlkci09-000-W(E)#$%$%%*(*(#$(*)#@!)_#!@+!!)(&DUEJDJKSALKCK@!(C)@(RC#*$R%*(LKWSX<K<ÇLXUJHYAXS:Ç^KU*U&UDY**PLJIOIIOOKUHUDUISOPÒOPOPD)(%(%D&*&%D&(*D)#)))(r985241rt555655trpooyhilçgp=tg-=´t´b=056096-54321-3224’1/]~;~~dcç.vlpc

    Responder
  • 12. jakeline  |  Fevereiro 28, 2012 às 9:59 pm

    muito bom
    tirei 10 no meu trabanho

    Responder
  • 13. karliani  |  Novembro 20, 2013 às 5:55 pm

    o verde é minha cor preferida AMOOÓ A COR VERDE ……!!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


No meio do molho de chaves

"Twenty years from now you will be more disappointed by the things that you didn't do than by the ones you did do. So throw off the bowlines. Sail away from the safe harbor. Catch the trade winds in your sails. Explore. Dream. Discover." Mark Twain
Julho 2006
M T W T F S S
    Ago »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
"bastam dois espelhos opostos para construir um labirinto" afirma J.L.Borges. E cada um, em Si mesmo, é prismático o bastante para o labirinto ser da interioridade de cada um. Por isso, no Labirinto nos procuramos, e ainda que sem fios, dispondo de espelhos.

Artigos Recentes

Blog Stats

  • 27,564 hits

%d bloggers like this: